Curta no Facebook

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Cotidianas #13 - Amor, nem sabe o que eu fiz hoje...


-Amor, nem sabe o que é que eu fiz hoje...

-Que que você preparou de gotoooso pro meu jantarzinhooo?

-Eu não disse que preparei alguma coisa;-bem séria - eu disse que eu fiz.

-Tá, então. O que é que você fez?

-Eu fiz sexo.

-C-como assim?

-Sexo, sexo. Sexo oras! Fiz sexo com o seu amigo Valdemar. Você saiu, eu chamei ele aqui, nós ficamos pelados e...

-Pára, pára. Não quero ouvir mais nada! Eu vou matar esse desgraçado! Eu vou matar!

-Não precisa. Eu já matei.

-O que? C-como?

-É. Eu sabia que você ia ficar furioso e ia querer matar o Valdemar, então eu mesmo matei.

O corpo tá lá no quarto. Como o Valdemar tá gordo, meu bem! Eu não consegui carregar ele, não."

-M-mas... C-como você pôde? Você...você. Isso é assassinato. E a polícia? E...

-Ah, a polícia. Eu já chamei também. Devem estar chegando.

-Mas você diz isso com essa tranqüilidade? Eles vão te prender, ou ME prender. Vão achar que eu matei o Valdemar por ciúmes. Você ficou maluca?

-Ai, Luís Otávio, você tá sempre estressado. Huf! Relaxa, relaxa.

2 comentários:

  1. Muito bom! É teu? Aquele do bar também?

    Dã.

    ResponderExcluir
  2. O que não está creditado a autor, é meu.

    ResponderExcluir